JURA EM PROSA E VERSO

RELIGIÕES, IRMANDADES, SISTEMAS FILOSÓFICOS E/OU POLÍTICOS

IGREJA DE JESUS CRISTO DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS

Quem Somos

Nós mórmons, além de todas as coisas que nos definem, acreditamos em primeiro lugar que Jesus Cristo é nosso Salvador e Redentor.

Acreditamos que por meio Dele, toda a humanidade pode desfrutar a vida eterna com suas famílias no reino de Nosso Pai Celestial (João 3:16). Acreditamos também que vivemos com Deus como espíritos antes de nascer (Romanos 8:16) e, de acordo com Seu plano de felicidade, podemos vir à Terra para receber um corpo físico com o propósito de aprender e crescer. Por meio do trabalho realizado nos templos mórmons, acreditamos que nossos relacionamentos familiares podem ser selados eternamente. Tudo isso está condicionado a vivermos uma vida justa, de acordo com a orientação divina de Deus, conforme revelado pelos profetas, e a nos arrependermos quando cometemos erros. A missão da Igreja é ajudar-nos a enfrentar as dificuldades desta vida para que sejamos dignos das bênçãos temporais e espirituais que Deus deseja nos conceder.

A Igreja

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é o nome oficial da religião frequentemente chamada de Igreja Mórmon. Foi estabelecida em 6 de abril de 1830 por Joseph Smith, o primeiro presidente da Igreja. Acreditamos que ele foi chamado por Deus para ser um profeta na era moderna, como Moisés e Abraão nos tempos bíblicos. Joseph Smith viu Deus e Jesus Cristo em uma visão após orar para saber a qual Igreja se filiar. Eles o chamaram para restaurar a Igreja que Cristo organizou quando estava na Terra, com a organização adequada e a autoridade do sacerdócio que fora perdida pouco depois da morte do Salvador.

Desde os seis membros iniciais, a Igreja de Jesus Cristo cresceu para aproximadamente quatorze milhões de membros em seis continentes. Após a morte de Joseph Smith, uma sucessão ininterrupta de profetas tem liderado a Igreja, esforçando-se sempre para levar os membros a uma melhor compreensão e um maior amor pelo evangelho de Jesus Cristo.

Mormon.org

Este site destina-se a apresentar nossa Igreja ao mundo. Por meio destas páginas, esperamos responder a suas perguntas, fornecer informações precisas e proporcionar maneiras de você aprender mais. A página “Nosso Povo” apresenta os leitores a mórmons que contam suas próprias histórias de como o evangelho de Jesus Cristo tem abençoado sua vida. A página “Nossos Valores” destaca algumas das prioridades culturais dos mórmons, tais como famílias fortes, serviço e ser bons cidadãos. E apresentamos as doutrinas básicas que compõem nossas crenças na seção “Nossa Fé”. Esperamos que este site seja um bom começo de sua pesquisa sobre nossa fé, complementado pelo contato com os missionários e por visitas às reuniões da Igreja.

A Igreja possui e opera muitos sites. Eis aqui alguns dos mais populares:

·         LDS.org – destinado principalmente aos membros da Igreja, apresentando mensagens dos líderes da Igreja, grupos da Internet para congregações locais e fornecendo recursos para os que estudam o evangelho ou preparam aulas.

·         Newsroom.LDS.org – fornece notícias e informações estatísticas sobre a Igreja.

·         Familysearch.org – a maior organização genealógica do mundo, fornecendo registros e serviços para todos os interessados em pesquisas de história da família.

 

Apesar de nossa origem e nossas experiências serem variadas, compartilhamos um profundo compromisso com Jesus Cristo, uns para com os outros e para com nossos vizinhos. Assista a estas histórias de fé na vida diária dos mórmons. 

Jesus Cristo, Nosso Salvador

Planer

Jesus Cristo é o Salvador do mundo e o Filho de Deus. Ele é nosso Redentor. A Bíblia Sagrada ensina-nos que o nome da mãe de Jesus Cristo era Maria, Seu pai na Terra era José, que Ele nasceu em Belém, cresceu em Nazaré e trabalhava com José como carpinteiro. Quando completou 30 anos, começou Seu ministério de três anos ensinando, abençoando e curando as pessoas na Terra Santa. Ele também organizou Sua Igreja e deu a Seus apóstolos “virtude e poder” (Lucas 9:1) para auxiliá-Lo em Seu trabalho.

Mas o que nós queremos dizer quando afirmamos que Ele é o Salvador do mundo? O Redentor? Cada um desses títulos aponta para a verdade de que Jesus Cristo é o único caminho pelo qual poderemos voltar a viver com nosso Pai Celestial. Jesus sofreu e foi crucificado pelos pecados da humanidade, dando a cada um dos filhos de Deus a dádiva do arrependimento e do perdão. Somente por Sua graça e misericórdia podemos ser salvos. Sua subsequente Ressurreição preparou o caminho para que todas as pessoas sobrepujassem a morte física também. Esses acontecimentos são chamados de Expiação. Em resumo, Jesus Cristo salvou-nos do pecado e da morte. Por essa razão, Ele é literalmente nosso Salvador e Redentor. No futuro, Jesus Cristo voltará a reinar na Terra, em paz, por mil anos. Jesus Cristo é o Filho de Deus e será nosso Senhor eternamente.

·          

·         Nascimento

 

O Que Jesus Cristo Significa para Nós

Shirley

Quando aceitamos a ajuda de Jesus Cristo, podemos sentir paz nesta vida e voltar à presença do Pai Celestial após a nossa morte.

Deus é nosso Pai Celestial e, como qualquer pai, Ele deseja que nós, Seus filhos, sejamos felizes. Nas escrituras, Ele ensina:  Minha obra e minha glória [é] levar a efeito a imortalidade e vida eterna do homem” (Moisés 1:39). Vida eterna significa viver no céu, em Sua presença, com nossa família, eternamente. Deus nos dá mandamentos que nos ensinam o que é certo e o que é errado e traça um mapa que nos trará a felicidade maior para passarmos por esta vida. O Salvador ensinou: “Se me amais, guardai os meus mandamentos” (João 14:15 ). Mas as escrituras também ensinam que “nada que é impuro pode habitar com Deus” (1 Néfi 10:21). Por mais que tentemos viver vidas justas, todos pecamos, então como poderemos viver no perfeito reino de Deus se somos imperfeitos?

Deus enviou Jesus Cristo à Terra para oferecer-nos uma forma de sobrepujar nossos pecados e nossas imperfeições. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).

Jesus Cristo Sofreu por Nós

 

Antes mesmo de Deus criar o mundo, Ele preparou um plano que nos permitiria aprender e crescer durante esta vida. Jesus Cristo é o centro desse plano. A missão de Cristo não foi somente ensinar-nos a respeito de Deus, o Pai, e de como deveríamos viver, mas também a de proporcionar um meio para que pudéssemos ser perdoados após pecarmos. O pecado é mais do que simplesmente errar. Quando pecamos, desobedecemos aos mandamentos de Deus ou falhamos em agir corretamente apesar de nosso conhecimento da verdade (Tiago 4:17).

Antes de ser crucificado, Jesus orou a Deus no Jardim do Getsêmani em nosso favor. O sofrimento de Cristo por nossos pecados no Getsêmani e na cruz do Calvário é chamado de Expiação. Ele sofreu por nós para que pudéssemos tornar-nos limpos e voltar a viver com nosso Pai Celestial. O evangelho de Jesus Cristo representa as “boas-novas” do sacrifício de Cristo por nós, guiando-nos no caminho para voltar ao Pai. “Portanto, quão importante é tornar estas coisas conhecidas dos habitantes da Terra, para que saibam que nenhuma carne pode habitar na presença de Deus a menos que seja por meio dos méritos e misericórdia e graça do Santo Messias” (2 Néfi 2:8 ).

 

Fé em Jesus Cristo

A fé em Jesus Cristo leva-nos a fazer boas obras. A Bíblia Sagrada ensina: “A fé sem as obras é morta” (Tiago 2:20 ). Isso não significa que podemos ser salvos pelas boas obras, pois nenhuma quantidade de boas obras pode limpar nossa alma de mesmo um traço do pecado sem o poder do sacrifício de Cristo. Mas aqueles que têm fé genuína em Cristo desejarão segui-Lo e fazer obras iguais às que Ele fez, como ajudar os pobres e necessitados, cuidar dos doentes, visitar os solitários e mostrar boa vontade e amor por todas as pessoas.

Fé em Jesus Cristo

Fé em Jesus Cristo é a firme convicção de que Ele é quem Ele afirma ser e que nos ajudará quando O buscarmos. Fé em Cristo significa confiar Nele, lembrar-se Dele e seguir Seus ensinamentos. É a convicção de que Ele é o Filho de Deus, “O caminho, a verdade e a vida” (João 14:6).

Ao seguirmos Seu exemplo e vivermos de acordo com Suas palavras, sentiremos nossa fé aumentar até que se torne uma força atuante em nossa vida, ajudando-nos a nos arrepender de nossos pecados e lidar com nossos desafios. Fé em Jesus Cristo não é uma simples declaração de crença — é a fonte de poder que podemos renovar a cada dia por meio do estudo de Suas palavras, da oração e do esforço cada vez maior de seguir Seu exemplo.

Um vigoroso retrato bíblico da vida e do ministério do Salvador, Jesus Cristo (29:10).

 

Arrependimento

Ter fé em Jesus Cristo faz-nos querer viver uma vida justa. Quando pecamos e buscamos nos arrepender, reconhecemos e sentimos profunda e sincera tristeza pelo que fizemos de errado. Deus sabia, quando criou a Terra, que nós não seríamos perfeitos, então Ele providenciou um meio para que pudéssemos sobrepujar nossos pecados. A capacidade de nos arrepender é, de fato, uma de nossas maiores bênçãos.

Para nos arrepender, precisamos reconhecer e sentir tristeza pelo nosso erro, fazer o possível para reparar os danos que possamos ter causado e abandonar o comportamento pecaminoso. O arrependimento pode ser difícil e requer muita honestidade, mas a alegria e a liberdade que sentimos quando abandonamos nossos pecados fazem o esforço valer a pena. Por Cristo ter sofrido por nossos pecados, podemos ser perdoados quando nos arrependemos. É por isso que a Expiação é tão importante para todos nós.

Cremos que a Expiação de Cristo nos dá a capacidade de nos arrepender e ficarmos limpos do pecado. Dizer que precisamos nos arrepender de nossos pecados pode parecer uma punição, mas a real punição é a culpa, a tristeza e o desapontamento que sentimos quando pecamos. Então, o arrependimento é o oposto da punição, porque ele nos permite tornar-nos limpos aos olhos de Deus e remover os sentimentos de culpa que sentimos após fazer más escolhas.

 

Batismo

Entramos para a Igreja de Jesus Cristo sendo batizados.

O batismo é uma promessa ou um convênio que assumimos de seguir Jesus Cristo por toda a vida. Quando desenvolvemos a fé Nele e nos arrependemos de nossos pecados, uma pessoa que tem a autoridade de Deus para batizar nos imerge na água e ergue-nos de volta. Essa ordenança ou cerimônia sugere o sepultamento e o renascimento, e simboliza o fim de nossa antiga vida e o início de uma nova vida como seguidores de Jesus Cristo.

Quando somos batizados, tomamos sobre nós o nome de Cristo. Como cristãos, buscamos segui-Lo em todos os aspectos de nossa vida. Jesus foi batizado quando estava na Terra. Ele nos pediu que seguíssemos Seu exemplo e fôssemos batizados (ver 2 Néfi 31:12). Ele promete que, se seguirmos Seu exemplo e cumprirmos as promessas feitas na ocasião do batismo, teremos Seu Espírito para guiar-nos por toda a vida. Porque o Pai Celestial é um Deus justo e bondoso, todos terão a oportunidade de aceitar Jesus Cristo por meio do batismo, nesta vida ou na próxima.

Depois que Jesus foi batizado, uma voz vinda dos céus falou: “Tu és o meu Filho amado em quem me comprazo” (Marcos 1:11). Cremos que Deus também fica satisfeito quando cada um de nós escolhe seguir Seu Filho e ser batizado. Ele vê tudo o que fazemos, conhece-nos pelo nome e deseja que nos purifiquemos para que possamos retornar a Sua presença.

Quando Jesus estava na Terra, Ele disse a um homem chamado Nicodemos, “Aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus” (João 3:5). Depois que “nascemos da água” ou somos batizados, podemos “nascer do Espírito” ao receber o dom do Espírito Santo. Uma pessoa com a autoridade de Deus coloca as mãos sobre nossa cabeça e concede-nos o dom do Espírito Santo (Atos 8:17). Essa cerimônia é conhecida como confirmação. O Espírito Santo é um personagem de Espírito. Ele é o terceiro membro da Trindade, junto com o Pai Celestial e Jesus Cristo. Quando recebemos o dom do Espírito Santo e andamos humildemente perante Deus, Ele pode estar sempre conosco. Chamamos isso de dom porque o Espírito Santo é concedido a nós por Deus para guiar-nos nas decisões difíceis, consolar-nos quando estamos tristes, influenciar nossa mente e nossos sentimentos e ajudar-nos a reconhecer a verdade. Esse tipo de auxílio divino lembra-nos de que Deus ama a cada um de nós e deseja ajudar-nos quando enfrentamos dificuldades na vida.

·          

Viver Como Cristo Continuamente

https://www.mormon.org/bc/content/assets/img/full/lessons/faith/jesus_christ/serve-banner.jpg

O relacionamento com Jesus Cristo é como qualquer outro — pode começar a enfraquecer se perdermos o contato. Precisamos nos esforçar para exercitar fé suficiente em Cristo para o arrependimento, ser batizados e receber o Espírito Santo, mas temos que lutar para seguir a Cristo e receber todas as bênçãos que Deus deseja conceder-nos.

A chave é pensar no evangelho de Jesus Cristo como um modo de vida e não como etapas de uma lista de verificação. Podemos continuar a desenvolver nossa fé em Cristo diariamente ao ler Suas palavras nas escrituras e orar a nosso Pai Celestial. Quando pecamos, podemos sempre nos arrepender com um coração humilde, porque a Expiação de Cristo é infinita. Podemos nos lembrar das promessas e bênçãos do batismo ao tomarmos o sacramento todo domingo na Igreja. Podemos continuar a confiar no consolo e na orientação do Espírito Santo enquanto Ele nos guia de volta a Deus.