JURA EM PROSA E VERSO

POESIAS E TROVAS POPULARES

TEU SEMBLANTE (Ferdinando)

Voa no etéreo teu rosto em livre chama
como quem enche a vida a cada hora,
oceano azul que te oferece a sua cama
feita de luz, pois o sol também lá mora.

No poente se esconde o dia e, a noite vem
chegas com o sonho nas horas do escuro
espreitas com as estrelas, na face do além
como ciriais, iluminando as ruas sem futuro...

O ardor dos teus lábios, queima em desejo
crescida cratera germinada do teu beijo...
anseio que magoa queimando como lume !...

És sol que dirima a luz do meu caminho
branca como a neve, pura como linho,
primavera de beijos vestidos de perfume.

Germany 20-08-08

SEARA DE CULTURA