JURA EM PROSA E VERSO

POESIAS E TROVAS POPULARES

SOLIDÃO (Rogério Miranda - O Poeta da paz)

Em companhia com a solidão,

conheço, o meio e o fim

do silencio de uma noite,

cercada pelas estrelas

que vivem uma afastada

da outra, em harmonia

com o espaço

da solidão...

 

A solidão é a busca

da sabedoria,

e o caminho solitário

da onde o discípulo

segue seu mestre...

 

A solidão de uma chama

no altar da fé, esta cercada

de anjos que são os

mensageiros que levam

até Deus as orações

que buscam a companhia

do universo...

 

O poeta confidencia

com a solidão,

os sonhos que ele

vive. buscando

a paz no silencio

de suas palavras...

 

Este elo com Deus

que alimenta minhas

esperanças, aprendi

com a solidão

que me ensinou

a conhecer

minhas lagrimas....

 

A solidão e o poeta

são aliados,

um vive para

o outro,

como as paginas

de um livro

que conta

a historia da solidão

de suas letras...

(A SEGUIR, UMA HOMENAGEM DE UMA AMIGA A ROGÉRIO MIRANDA)

Rogério Miranda

Querido poeta Rogério:

Quero te dizer

Que alguém que

Possui esta linda alma

Jamais sentirá a profundidade da solidão...

Quantas vezes lendo seus lindos poemas,

Você me fez companhia

Me fez pensar que o mundo pode ser perfeito...

Me fez sentir a paz vertendo de seus versos...

Me fez pensar sobre a pureza, natureza...

Por isto, venho aqui para te fazer

uma simples mas sincera homenagem...

Com muita admiração e carinho

Luiza de Marillac Bessa Luna Michel

Luiza de Marillac. Autora é formada em Jornalismo e Letras. Escreve contos, crônicas, poesias e é tradutora intérprete Língua Inglesa-Língua Portuguesa. Possui alguns livros publicados, sendo que o mais prestigiado chama-se Mutação. Professora e assessora de comunicação.