JURA EM PROSA E VERSO

POESIAS E TROVAS POPULARES

MENINA DA MINHA RUA

QUEM SÃO?

.MENINA DA MINHA RUA

I

MENINA DA MINHA RUA

SEM GRAÇA, SEM ILUSÃO.

MAL VESTIDA, QUASE NUA,

DONA DO MEU CORAÇÃO.

II

MENINA DA MINHA RUA.

QUE PENA TE VER TÃO SÓ.

TENS A PUREZA DA LUA,

ÉS FRÁGIL DE FAZER DÓ.

III

MENINA DA MINHA RUA

SOFRIDA COMO NINGUÉM.

CARINHA TRISTINHA A TUA.

MAS TODOS TE QUEREM BEM.

IV

PELA RUA LÁ VAI ELA,

COM CHUVA, TODA MOLHADA.

COM TAMANQUINHO NOS PÉS.

A VESTE UM POUCO RASGADA.

V

VAI À ESCOLA BEM CEDINHO,

LIGEIRINHA E ASSUSTADA.

SEMPRE NO MESMO CAMINHO,

COM FRIO E POUCO ABRIGADA.

VI

BONDOSA E OBEDIENTE,

QUE ALMA PURA É A TUA.

SERVINDO A TODOS, CONTENTE,

MENINA DA MINHA RUA.

 

 QUEM SÃO?

I

SÃO FESTAS, FLORES, PERFUMES

DONOS DO MEU CORAÇÃO.

VAIDADE, ORGULHO CIÚME,

ELES TUDO ISTO SÃO.

II

QUANTA BELEZA! QUANTA COR!

EM SUAS ALMAS TRANSPARENTES.

QUANTA TERNURA E AMOR,

QUANTA VIDA NESSES ENTES.

III

UM É FRATERNO, SERENO.

SINÔNIMO DE PAZ E CANDURA.

FOI ASSIM DESDE PEQUENO

BELEZA DE CRIATURA.

IV

AMBICIOSO, LUTADOR.

JUSTICEIRO E REVERENTE.

ALMA PIA E SONHADOR.

É ASSIM O OUTRO VIVENTE.

V

COMO QUEM FALA DE FLORES,

EU DIGO PALAVRAS LINDAS!

SÃO MEUS FILHOS, MEUS AMORES,

MAIS COISAS DIRIA AINDA.