JURA EM PROSA E VERSO

POESIAS E TROVAS POPULARES

LOUCURA (Kátia Aguiar )

Nos corredores da minha insônia

O que me assusta não é o vão,

Não é o tédio, nem o vácuo... não.

Assusta-me uma certeza tristonha

 

De passar por mim mesma muitas vezes,

Olhar meu olhar próprio fatigado,

Meu corpo inteiro louco, cansado,

E não me reconhecer, minh'alma alhures.

 

Nos corredores da minha insônia cismo

Com o pulsar amargo do meu medo,

Com a urgência lúgubre do abismo

 

Em que me jogo e não concebo

Hipótese ou ânsia, loucura ou partida,

Ou coisa qualquer que mude essa vida.