JURA EM PROSA E VERSO

POESIAS E TROVAS POPULARES

ACONTECE (Cleide Canton)


Acontece
que não quero mais saber
das falas mansas,
impregnadas de sentimentos
ditados pela emoção de momento.

Acontece
que começo a sentir
um pouco além do crível,
do que se esconde por detrás
de falsos conceitos
e desse meio sorriso
que sombreia verdades.

Acontece
que me vejo assim, limpa e crente,
isenta de dúvidas, de medos,
disposta a olhar de frente
qualquer embaraço,
qualquer vendaval que tente
levar meu canto
para o desencanto.

Acontece
que me sinto livre
para o compromisso total
com a vida que me acorda
ou com a morte que me vencerá.

Minha alma se enche de sol e lua
e eu sei que me pertenço
sem quaisquer amarras,
desnuda de vaidades tolas,
livre para mostrar-me como sou
na dor ou na alegria
a cada noite, a cada dia.

Sonho meu sonho,
sem fantasia.