JURA EM PROSA E VERSO

PAIS E FILHOS - RELACIONAMENTO

O Papel do Pai na Amamentação

A amamentação é um momento precioso na vida de um casal, que deve vivê-lo com harmonia e amor, para fortalecer o vínculo afetivo do trinômio mãe + filho + pai. Nesse momento, o pai deve estar atento a vários fatores que podem contribuir ou afetar negativamente a amamentação e seu relacionamento com esposa e filhos.

Muitos pais sentem-se, de certa forma, excluídos do processo de amamentação pois, efetivamente, esses não amamentam o seu filho. Por outro lado, o pai deve entender que ele pode contribuir em muito nesse processo, não necessariamente amamentando, obviamente, mas procurando fazer a sua parte, seja dando apoio a sua esposa, tanto afetivamente quanto nos cuidados com o bebê, bem como encarregando-se de fazer várias outras coisas. O apoio do pai freqüentemente faz a diferença entre o sucesso da amamentação ou o seu fracasso, como o abandono precoce. Este apoio é ainda mais crucial quando se trata do primeiro filho.

O pai é a pessoa ideal para ajudar a mãe na amamentação pois, em geral, ele é quem mais a conhece, sabe seus gostos, desejos, preocupações, enfim sabe "lidar" muito bem com sua mulher. Também, em geral, é no marido em que a mulher mais confia e tem apoio nos momentos difíceis.

Os pais podem fazer coisas como : trocar fraldas, carregar o seu bebê até a mãe para que ela possa amamentá-lo, preparar comida e sucos para sua esposa (o que é muito importante para manter a mãe saudável para uma produção de leite adequada), dentre pequenas e simples atividades, antes realizadas pela mulher, agora envolvida exclusivamente em cuidar do recém-nascido.

O pai deve dedicar também mais atenção aos demais filhos (se tiver) pois a mãe estará muito ocupada com o recém-nascido, e os demais filhos podem ficar com ciúmes, devendo o pai compensar isso.

Tocar a criança, segurá-la, brincar, cantar, são tarefas que o pai deve fazer, estreitando os laços afetivos com o bebê.

Quando a mãe voltar a trabalhar, deve armazenar o leite materno para que seja oferecido à criança na sua ausência. O pai deve aproveitar esta oportunidade e oferecer, ele mesmo, o leite materno à criança (leia sobre desmame e como coletar e armazenar o leite materno), passando a exercer um papel mais ativo na alimentação do seu filho.

Pais menos experientes podem ajudar mais na amamentação se procurarem informações a respeito do assunto, seja através de livros, aulas e recursos on-line, ou mesmo conversando com amigos mais experientes, em conjunto com sua esposa, antes mesmo do bebê nascer.

Se o pai seguir os 10 passos para a participação do pai no apoio ao aleitamento materno, com certeza contribuirá positivamente para a amamentação.

Como se vê, tem muito trabalho a ser feito.

Dessa forma, é muito mais fácil quando mães e pais atuam como um time, encorajando um ao outro, ajudando-se no que for preciso. Pais de "primeira-viagem", especialmente, precisam trabalhar juntos para aprender como tornar-se excelentes pais, o que irá repercutir muito positivamente na saúde e crescimento dos seus filhos.

(Claudio Giulliano Alves da Costa ///Médico - Pesquisador Associado do NIB/UNICAMP)