JURA EM PROSA E VERSO

 

MITOLOGIA

 

 

Mitologia Grega

 

 

 

A mitologia grega é uma das heranças mais fantásticas da humanidade. A palavra mitologia designa o conjunto dos mitos que pertencem a um povo, a uma civilização, a uma comunidade, assim como o seu estudo. O vocábulo grego mythos (mito) significa “palavra”, “fala”, “conto” ou “história”. Aqui, nosso propósito é mostrar que tipo de relatos eram produzidos pela imaginação ativa dos povos que chamamos coletivamente de gregos.

Matéria de extremo fascínio, a mitologia grega é a mais rica, variada e, ao mesmo tempo, a mais clara e brilhante que conhecemos. Temas universais são constantes nos mitos dos deuses gregos, que apresentam imagens arquetípicas de aspectos humanos básicos —paixões, psicologia, costumes, relações familiares, vínculos sociais e aspirações políticas.

to importante a ser lembrado no caso dos mitos gregos é a maneira como refletem o caráter nacional.

Os gregos eram sadios, joviais, lúcidos, amante da beleza, otimistas e nem um pouco inclinados às coisas do outro mundo.

Por isso suas lendas, quase sem exceção, mostram-se isentas dos traços nebulosos, grotescos e horripilantes. Elas contaminaram as tradições populares de povos menos dotados. Mesmo seus monstros não são muito feios e disformes; seus fantasmas e demônios quase não assustam.

Deuses e Heróis da Mitologia Grega

Os heróis da mitologia grega, via de regra, sofrem, mas não ficam de coração partido.  Eles podem ser golpeados pelo fado adverso, mas não abatidos. Metem-se em aventuras extraordinárias, que no entanto sempre têm algo de razoável.

Quanto aos deuses e outros personagens sobrenaturais da mitologia grega, não passam de homens e mulheres glorificados, que permanecem humanos, muito humanos — e ao todo sensatos e justos.

 

Características dos Heróis Gregos

Esses e outros motivos reaparecem com variações aparentemente infinitas, o que não deixará de ocorrer enquanto a natureza humana permanecer a mesma. Refinadas pela experiência artística, eles deleitam e informam, tocando as profundezas do espírito humano.

 

Humanização dos Heróis

Alguns heróis, no entanto, têm pés de barro e nem todos vivem felizes para sempre: muitos chegam a ser subjugados pelas mulheres com quem se relacionam. Também as heroínas ensejam motivos intrigantes e variados. São quase sempre de estirpe real ou divina, exibem uma beleza extraordinária e um imenso poder, e tornam-se mães de heróis.

A vida das heroínas traz extraordinária complexidade, que não é fácil resumir. Na verdade, a generalização carece de sentido sem os exemplos específicos das lendas. Como amante ou esposa de um herói, a heroína pode empreender grandes façanhas em conseqüência de sua apaixonada devoção.

 

Mitos e Lendas da Mitologia

A mitologia grega é rica em personagens fantásticos e complexos. Existem diversos mitos que até hoje ainda servem de combustível para filmes, músicas e arte em geral.

Podemos citar diversas histórias fantásticas, como a de Thanatos, surgindo como a representação da Morte na mitologia grega. Nesse mundo obscuro, apresentamos em nosso site a lenda de “Caronte, o barqueiro do inferno“.

Mas não é só de mitos e lendas obscuras e ligadas ao inferno que vive a mitologia, existindo diversas histórias de romance que até hoje servem de inspiração para muitas obras. Além disso, os seres mitológicos apresentamos nas obras, ainda reinam na imaginação das pessoas. É o caso do Centauro, do Minotauro e até mesmo das Sereias.

 

Mitologia Grega

Características da Mitologia Grega, principais mitos e lendas, deuses gregos, Minotauro, Medusa, Hércules, a influência da religião na vida política, econômica e social dos gregos


 

Minotauro: figura da mitologia grega
Minotauro: figura da mitologia grega

 

Introdução

 

 

Os gregos criaram vários mitos para poder passar mensagens para as pessoas e também com o objetivo de preservar a memória histórica de seu povo. Há três mil anos, não havia explicações científicas para grande parte dos fenômenos da natureza ou para os acontecimentos históricos.

 

Portanto, para buscar um significado para os fatos políticos, econômicos e sociais, os gregos criaram uma série de histórias, de origem imaginativa, que eram transmitidas, principalmente, através da literatura oral.

 

Grande parte destas lendas e mitos chegou até os dias de hoje e são importantes fontes de informações para entendermos a história da civilização da Grécia Antiga. São histórias riquíssimas em dados psicológicos, econômicos, materiais, artísticos,  políticos e culturais.



Entendendo a Mitologia Grega

 

 

Os gregos antigos enxergavam vida em quase tudo que os cercavam, e buscavam explicações para tudo. A imaginação fértil deste povo criou personagens e figuras mitológicas das mais diversas. Heróis, deuses, ninfas, titãs e centauros habitavam o mundo material, influenciando em suas vidas. Bastava ler os sinais da natureza, para conseguir atingir seus objetivos. A pitonisa, espécie de sacerdotisa, era uma importante personagem neste contexto. Os gregos a consultavam em seus oráculos para saber sobre as coisas que estavam acontecendo e também sobre o futuro. Quase sempre, a pitonisa buscava explicações mitológicas para tais acontecimentos. Agradar uma divindade era condição fundamental para atingir bons resultados na vida material. Um trabalhador do comércio, por exemplo, deveria deixar o deus Hermes sempre satisfeito, para conseguir bons resultados em seu trabalho.



Os principais seres mitológicos da Grécia Antiga eram:



Heróis: seres mortais, filhos de deuses com seres humanos. Exemplos: Herácles ou Hércules e Aquiles.


Ninfas: seres femininos que habitavam os campos e bosques, levando alegria e felicidade.


Sátiros: figura com corpo de homem, chifres e patas de bode.


Centauros: corpo formado por uma metade de homem e outra de cavalo.


Sereias: mulheres com metade do corpo de peixe, que atraíam os marinheiros com seus cantos atraentes.

 

- Nereidas: mulheres jovens e belas (espécie de ninfas), que habitavam as profundezas do Mar Egeu.


Górgonas: mulheres, espécies de monstros, com cabelos de serpentes. Exemplo: Medusa.


Quimera: mistura de leão e cabra que soltava fogo pelas ventas.

 

Medusa: mulher com serpentes na cabeça

 

 

 

 

O Minotauro 

 

 

É um dos mitos mais conhecidos e já foi tema de filmes, desenhos animados, peças de teatro, jogos etc. Esse monstro tinha corpo de homem e cabeça de touro. Forte e feroz, habitava um labirinto na ilha de Creta. Alimentava-se de sete rapazes e sete moças gregas, que deveriam ser enviadas pelo rei Egeu ao Rei Minos, que os enviavam ao labirinto. Muitos gregos tentaram matar o minotauro, porém acabavam se perdendo no labirinto ou mortos pelo monstro.

 

Certo dia, o rei Egeu resolveu enviar para a ilha de Creta seu filho, Teseu, que deveria matar o minotauro. Teseu recebeu da filha do rei de Creta, Ariadne, um novelo de lã e uma espada. O herói entrou no labirinto, matou o Minotauro com um golpe de espada e saiu usando o fio de lã que havia marcado todo o caminho percorrido.

 

Deuses gregos

 

 

De acordo com os gregos, os deuses habitavam o topo do Monte Olimpo, principal montanha da Grécia Antiga. Deste local, comandavam o trabalho e as relações sociais e políticas dos seres humanos. Os deuses gregos eram imortais, porém possuíam características de seres humanos.

 

Ciúmes, inveja, traição e violência também eram características encontradas no Olimpo. Muitas vezes, apaixonavam-se por mortais e acabavam tendo filhos com estes. Desta união entre deuses e mortais surgiam os heróis.

 

Conheça os principais deuses gregos:

 

 

 

Zeus - deus de todos os deuses, senhor do Céu.


Afrodite
 - deusa do amor, sexo e beleza.


Poseidon
 - deus dos mares.


Hades - deus das almas dos mortos, dos cemitérios e do subterrâneo.


Hera - deusa dos casamentos e da maternidade.


Apolo - deus da luz e das obras de artes.


Ártemis - deusa da caça e da vida selvagem.


Ares - divindade da guerra.


Atena - deusa da sabedoria e da serenidade. Protetora da cidade de Atenas.


Cronos - deus da agricultura que também simbolizava o tempo.


Hermes - mensageiro dos deuses, representava o comércio e as comunicações.


Hefesto - divindade do fogo e do trabalho.