JURA EM PROSA E VERSO

HISTÓRIAS DAS CIDADES BRASILEIRAS

HISTÓRIA DA CIDADE DE SANTO ANTONIO DE JESUS/BA

Historia de Santo Antônio de Jesus BA

 

A Cidade de Santo Antônio de Jesus, também denominada de Cidade das Palmeiras, devido as suas palmeiras seculares, é uma das mais importantes cidades do recôncavo baiano. Foi emancipada politicamente no dia 29 de maio de 1880, possui aproximadamente 72.000 (setenta e dois mil) habitantes, com extensão territorial de 252 Km2, está situada à margem da BR 101, distância de Salvador 187Km (por via terrestre) e o seu surgimento foi da seguinte maneira:

 No princípio, apenas descendentes dos índios de Pedra Branca, vivendo de caça, pesca e pequenos roçados. Atraídos pela excelência das matas e fertilidade das terras, foram chegando os primeiros colonos. A esse tempo já havia sido recomendada, à relação da Bahia, proteção aos indígenas e, por carta régia datada 1663, determinada reserva de uma légua quadrada de terras, para aldeiamento e "sustento dos silvinícolas. Dentre os que obtiveram patrimônio territoriais, constam os índios da Aldeia de Santo Antônio de Jesus. De quantas semarias se conhecem, tudo leva a crer que foi concedida a Antônio de Souza Andrade e João Borges de Escobar, em 1644", a mais antiga e a que mais se ajusta aos limites atuais do Município de Santo Antônio de Jesus, embora não abranja de todo. Relevante foi a atuação dos Padres Mateus Vieira de Azevedo, José Ferreira e Bento Pereira, coadjuvados por Manoel dos Santos carvalho e Luiz Vieira de Brito, na história da colonização.

 A residência do Padre Mateus Vieira de Azevedo foi transformada no primeiro Povoado, graças a ereção ali de um oratório sob a invocação de Santo Antônio de Jesus. Por provisão datada de 23 de setembro de 1777 o oratório transformou-se em Capela, filiada a freguesia de Nossa Senhora de Nazaré, em cujas roças estava situada.O topônimo Santo Antônio de Jesus prevaleceu até 1931, quando foi simplificado para Santo Antônio, sete anos depois voltou a vigorar a primeira denominação. O distrito de Santo Antônio de Jesus, foi criado pela Lei Providencial n.448 de 19 de junho de 1852, e o município de um único Distrito, desmembrado de Município de Nazaré pala lei n.1952, de 29 de maio 1880. Sua instalação ocorreu a 14 março de 1883. Por Lei de 15 de outubro de 1827, criou-se o Distrito de Paz. Termo Judiciário da Comarca de Nazaré, até 31 de dezembro 1943, quando foi criada a comarca de Santo Antônio de Jesus. Delimita-se pelos Municípios de Varzedo, Conceição do Almeida, Aratuípe, Laje, Muniz Ferreira, Dom Macedo Costa, Elízio Medrado e São Miguel das Matas, Santo Antônio de Jesus é banhada pelos Rios: Taitinga, Sururu, Jequitibá e Rio da Dona. Terras quase planas, clima temperado, variando a temperatura com mínima de 17 e máxima de 36 graus C com freqüentes chuvas nos meses de abril e Agosto.

 

 

centrocultural.jpg (18581 bytes)

Centro Cultural

prefeitura.jpg (26776 bytes)

Palmeiras Historicas

prefeitura2.jpg (27520 bytes)

Prefeitura (Vista 1)

praca.jpg (46988 bytes)

Prefeitura (Vista 2)

pracanoite1.jpg (19342 bytes)

Praça Padre Mateus

pracanoite2.jpg (26305 bytes)

Praça Padre Mateus

 

 Dados de http://www.mauricio-andrade.eti.br/saj/