JURA EM PROSA E VERSO

HISTÓRIAS DAS CIDADES BRASILEIRAS

 

HISTORIA DA CIDADE DE ESPLANADA – BAHIA

 

A IGREJA MATRIZ

O povoado começou evoluindo rápido, principalmente por causa das autoridades do município do Conde, a quem Pertencia, porque seria de fácil comunicação com a capital do Estado. Dentre as famílias que para o novo povoado se mudaram, veio do Conde a do Sr. José Joaquim dos Santos Viterbo, que foi o primeiro negociante, progenitor de D. Dejanira Viterbo dos Reis, que fez questão de acompanhá-lo, com o esposo, o Sr. Jovino Xavier dos reis, aqui encontrando outras família, como a do Sr. Luiz Gonzaga de Brito, do Sr. Veridiano Lopes e Sr.João de Góes e tantas outras que aos poucos, forma se estabelecendo e, pelo menos, quinze casa de residência já existiam. Em se falando de Esplanada, não se deve deixar á parte o nome da Veneranda D. Dejanira Viterbo dos Reis ou simplesmente D. Dêja, comum era mais popularmente conhecida, pois é parte integrante da sua historia. 

http://1.bp.blogspot.com/-_SANL3KXdHQ/UOiWJx4EG4I/AAAAAAAAAJk/Ozs9JDdG9c8/s320/02.JPE

Dona Dejâ


Todos os habitantes conheciam esta senhora, de uma admirável meiguice, dada a sua bondade de cristã perfeita, atendendo, sem preferência, a tantos lhe procurassem, portadora de uma voz suave, demostrando alto nível de educação que possuía  compartilhava das alegrias e tristezas da comunidade. Sentido que o povoado crescia em população, e que não dispunha de uma Igreja ou pelo menos  de uma pequena capela, pediu ao seu progenitor que conseguisse junto aos amigos, edificar uma Casa de oração que só existia no timbó, para onde teria que se deslocar se quisesse ouvir uma missa ou atos religiosos. O velho pai sabendo da sua ferrenha fé, conseguiu o apoio incondicional dos Srs. Gonzaguinha, João de Góes e Dr. Veridiano Lopes e, com facilidade, ergueram no meio da rua uma pequena igreja, que logo foi benta por uma padre de Aporá, Ficando subordinada aquela paróquia, sendo a D. Dejâ considerada Pioneira da religião Católica em Esplanada e Zeladora perpétua da Igreja, inaugurada em 1887, na mesma ocasião em que foi feita a inauguração da Estação Ferroviária.

 

PATRIMÔNIO, HISTÓRICO, ARTÍSTICO E CULTURAL

 

Como patrimônios do município constam: Cemitério do Timbó; Cemitério da Boa Vista de construção datada no século XVII; a Igreja de Santo Antônio, localizada noTimbó e datada no século XIX; a Igreja Nossa Senhora do Rosário de Pompéia da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, datada do século XIX, localizada no centro; a Igreja Senhora Santana, no Alto da Santana no povoado do Palame, datada do século XVI; e o Coral Santo Antônio e Mãe Esperança no Timbó da Paróquia Nossa Senhora da Piedade.

As rezadeiras, benzedeiras do Centro Espiritual Senhor do Bomfim no Timbó, utilizam a medicina popular. O Bar das Folhas famoso por utilizar processo tradicional de fabricação de cachaça com folhas no povoado Baixio é um grande atrativo. No Terreiro Ilê Axé Oia - Casa de força de Iansã, situado na Fazenda Cachoeira no Distrito Palame as benzedeiras rezadeiras, afirmam os valores culturais na sua culinária, manifestações religiosas, medicina popular, procedimentos tradicionais de fabricação de utensílios e produtos.

Destacam-se como manifestações folclóricas caretas de lama, nega maluca, pisada mirim, marujada, bumba-meu boi. São elas: o Cantedance da comunidade de Oitis, situada na fazenda Oitis, caracterizado por reisado, samba de roda; O Papagaio da comunidade Cachoeirão situado na Fazenda Cachoeirão, caracterizado por reisado, samba de roda e quadrilha; o Osseomim – Lavagem, na Fazenda Cachoeira no distrito Palame do Terreiro Ilê Axé Oia é caracterizado como samba de roda; o Yemanjá no povoado Baixio caracterizado como Chegança ou Marujada, reisado, trança Fitas, samba de roda, caretas de lama e quadrilhas pastoril; o Grupo Artístico Santo Antônio no Timbó, caracterizado como teatro de rua e o Grupo de Teatro de Bonecos Pule e Pinte no Timbó caracterizado como Teatro de Bonecos.

ARTESANATO

No Timbó é encontrado o artesanato de cestaria/trançado, couro, crochê, tricot, flores, madeira, palitos de picolé, corda, coco seco com casca couro. No Centro em flores, palitos de picolé e caixa de fósforos aproveitamento em retalhos, bordado, crochê/tricot, madeira, rendas, pintura em tecido seda e algodão, macramê, embalagens, bijuteria, velas. O artesanato no Povoado Baixio é feito a base de aproveitamento em retalhos, bordado, cestaria/trançado, crochê, tricot, Madeira e tecelagem.

CULINÁRIA

Moquecas de peixe e mariscos, doces de compota

 

Candomblé de Esplanada

O Terreiro Ilê Axé Oia - Casa de Força de Iansã, situado na fazenda Cachoeira no distrito Palame e o Centro Espiritual Senhor do Bomfim no Timbó são representações de procedimentos tradicionais de fabricação de utensílios e produtos, garrafadas para cura de sífilis e asma, das benzedeiras/rezadeiras,culinária, manifestações religiosas e medicina popular, traços da cultura que devem ser conservados, valorizados e divulgados como identidade local

Marujada e Reisado

As festas típicas da região já não ocorrem há mais de quatro anos por falta de apoio. Com isso é possível estar se perdendo parte da cultura local. Foram identificados alguns grupos das comunidades de Oitis, Cachoeirão, Palame e Baixio que se caracterizavam por reisado, samba de roda, trança fitas, caretas de lama e quadrilhas pastoris. Como proposta tem-se a revitalização desses grupos e a retomada do calendário de festas..

Eventos Tradicionais 

Junho

Festa de Santo Antônio - 13

Aniversário da cidade – 23 e 24 de

São João - 24

Julho

Independência da Bahia – 02

Senhora Santana, em Palame - 26

Setembro

Festa de Nossa Senhora da Piedade – 07 a 15

Outubro

Festa de São Francisco de Assis, em Baixio – último domingo

Dezembro

Semana Cultural – 01 a 15

 

JAN

10

 

A Fé do povo Esplanadense

 

            A Bahia tem uma característica peculiar que é a diversidade religiosa, onde todas as crenças convivem harmoniosamente. A fé é manifestada de todas as formas possíveis e imagináveis. A criatividade, as penitências, as emoções afloram para saudar os santos, espíritos, orixás, Deuses ou Deus. Não importa o nome e a forma dada. O resultado é apenas um: a intensa fé do povo baiano.

http://3.bp.blogspot.com/-B_FZf9v6DVY/UPE3n0OKNgI/AAAAAAAAANg/wlGfYxXhHQ0/s400/foto+1.jpg

 

O Catolicismo em Esplanada

O catolicismo chegou à Bahia junto com os jesuítas e foi à religião oficial do Brasil por muito tempo. A religião católica e o reino português se confundiam e dividiam a ocupação das terras brasileiras. O rei dominava depois que os jesuítas controlavam os nativos, em troca, a religião dos jesuítas conquistava o novo mundo. Foram os jesuítas que instalaram na Bahia e em todo o resto do país o catolicismo, aprovado pelo rei português, que sufocou o credo indígena.

Na Bahia, os jesuítas criaram uma estrutura de dominação religiosa, econômica e educacional. As famílias eram fieis praticantes da religião, ofertando consideráveis doações à igreja, que logo acumulou fortunas em bens e propriedades.

http://2.bp.blogspot.com/-dNUCylUfRnI/UPE3-eEAj_I/AAAAAAAAANo/JlFBCeH4Gj8/s400/clip_image002.jpg

 

Convento Nossa Senhora do Rosário

Fundada pelos frades capuchinhos em Esplanada

No período de 1904 a 1908, os frades Capuchinhos, em missão catequética na região, se instalam e começam a construir o convento que tinha por objetivo ministrar o princípio da doutrina cristã, bem como abrigar os frades idosos e doentes. Conta-se que um deles, mais precisamente no ano de 1889, em passagem pelo arraial e tendo se demorado alguns dias, maravilhado com a localidade, afirmou: “Essa localidade é uma verdadeira esplanada”. Daí a origem do nome do município.

http://3.bp.blogspot.com/-a1cOfqDlJBw/UPE781E0w8I/AAAAAAAAAOY/YcRCXdg4XKc/s400/igreja+matriz.jpg

 

Igreja da matriz.

Onde todo domingo a missa é celebrada.

http://4.bp.blogspot.com/-XiO8ov5lOaQ/UPE4tJ7GR-I/AAAAAAAAANw/w4xP76IFae0/s400/clip_image002.jpg

 

O Candomblé

O candomblé é um misto de casa e local de festas e cultos, feito de barro e madeira, chão de barro batido e, às vezes, de cimento. As paredes do candomblé não chegam ao teto e a casa geralmente possui grandes corredores, de onde partem quartos diversos e numerosos, pouco ventilados e mal iluminados. O barracão é o local destinado às festas localizado nos fundos da casa (independente) ou faz parte dela. Em geral é retangular, com duas ou três portas e algumas janelas. Acima da porta principal há um chifre de boi, um arco ou uma quartilha de barro votiva em homenagem a divindade protetora da casa.

 O candomblé é moradia de diversos fiéis desamparados. O chefe da casa, geralmente, não mora nela. Recebe visitas diariamente das filhas e filhos-de-santo e dos fiéis que oferecem sacrifícios e comidas aos seus orixás de devoção.

Destaca-se em Esplanada o Terreiro de Nelson Macena, muito frequentado pelos seus devotos.

http://3.bp.blogspot.com/-f8nxx7K73JE/UPE56IaWcJI/AAAAAAAAAOE/kcDu8TrKnJk/s400/clip_image002.jpg

 

O Protestantismo

 

No entanto, na Bahia onde as crenças se misturam e agrada o povo, o protestantismo foi muito radical. A conversão da nova fé sempre exigiu o abandono de crenças e praticas antiga como aquelas ligadas aos rituais do candomblé, largamente praticados pelos católicos baianos. Enquanto o catolicismo foi sempre tolerante a pratica dos cultos africanos, permitindo que fieis participassem de seus rituais e recebessem os sacramentos ao mesmo tempo. Além disso, o protestantismo exigia dos fiéis um comportamento radicalmente diferente do habitual que afasta o indivíduo do convívio social baseado nas festas e reuniões populares que sempre caracterizou o povo baiano.

Com o crescimento populacional de Esplanada, foram surgindo várias igrejas Evangélicas, dentre elas quero destacar a Igreja Assembleia de Deus, Deus é Amor, Batista, a Universal e a Igreja Mundial do Poder de Deus.

A Influência dos Santos na Região de Esplanada

No município de Esplanada-Bahia a Influencia Católica é muito grande, na Cidade temos essa matriz cujo a Santa é Nossa Senhora da Piedade, o convento e na zonas rural cada uma, tem uma Igreja Católica, onde tem devoção de Santos. Em Segue uma mine lista dos povoados que conheço:

Assentamento Boa Vista: Menino Jesus

Assentamento Novo Horizonte: Santa luzia

Bom Jardim: frei Galvão

São francisco: São Francisco de Assis

Nova Luzitania: São Jose

Malombê: São Setimio

Podemos perceber que a relação com a devoção é muito forte no município