JURA EM PROSA E VERSO

HISTORIAS DAS CIDADES BRASILEIRAS

HISTÓRIA DA CIDADE DE BRASÍLIA/DF

História: Brasília começou a existir na primeira Constituinte no Império Brasileiro, em 1823, numa proposta colocada por José Bonifácio de Andrada e Silva, argumentando quanto à necessidade da mudança da Capital para um ponto mais central do interior do país e sugerindo ainda para a cidade o próprio nome que a tornou famosa em todo o mundo.

            A vocação mística de Brasília se inicia quando é incorporada à sua história a visão soft do santo italiano, São João Bosco - Dom Bosco. Ele dizia ter sonhado com uma espécie de terra prometida para uma civilização do futuro, que nasceria situada entre os paralelos 15° e 20°, às margens de um lago.


A "Cidade Livre", hoje Núcleo Bandeirante     A construção do Congresso Nacional     A construção da Esplanada dos Ministérios

         No dia 7 de Setembro de 1922 é lançada a pedra fundamental de Brasília, próxima a Planaltina. Por inspiração e iniciativa do Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, em 1956, foi criada a NOVACAP - Companhia Urbanizadora na Nova Capital, empresa pública à qual foi confiada a responsabilidade e competência para planejar e executar a construção da nova capital, na região do cerrado goiano. Tudo surge a partir do sinal da cruz traçado por Lúcio Costa, o encarregado do urbanismo da cidade.

            Articulado com a equipe de Lúcio Costa, um grupo de arquitetos encabeçado por Oscar Niemeyer projetou, em curto espaço de tempo, todos os prédios públicos e grande parte dos residenciais da nova cidade.

            No dia 21 de Abril de 1960, a estrutura básica da cidade está edificada, muitos prédios ainda são apenas esqueletos, mas os candangos (nome dado aos primeiros habitantes da nova cidade), liderados por seu presidente, festejam ruidosamente a inauguração da cidade, fazendo o coração do Brasil pulsar forte para dar vida à nova civilização sonhada por Dom Bosco. Nasce Brasília - a Capital da Esperança.

            Ao lado os principais responsáveis pela construção de Brasília: Oscar Niemeyer, Israel Pinheiro, Lúcio Costa e Juscelino Kubitschek.

Geografia e Política regional:

            O Distrito Federal possui 5.822,1 km², está localizado na região Centro-Oeste e possui como limites, Planaltina de Goiás (Norte), Formosa (Nordeste e Leste), Minas gerais (Leste), Cristalina e Luziânia (Sul), Santo Antônio do Descoberto (Oeste e Sudoeste), Corumbá de Goiás (Oeste) e Padre Bernardo (Noroeste). Suas características são: planalto de topografias suaves e vegetação de cerrados, com altitude média de 1.172 metros, clima tropical e os rios principais são o Paranoá, Preto, Santo Antônio do Descoberto e São Bartolomeu. A hora local em relação a Greenwich (Inglaterra) é de - 3 horas.

Na foto, Oscar Niemeyer, Israel Pinheiro, Lúcio Costa e Juscelino Kubitschek (www.portalbrasil.eti.br)            O Distrito Federal é dividido em RAs (Regiões Administrativas). O governo é chefiado pelo Governador do Distrito Federal, auxiliado pela Câmara Legislativa composta por 24 deputados distritais. No Congresso, o Distrito Federal é representado por 3 senadores e 8 deputados federais. Para cada região administrativa é nomeado um administrador. Essas regiões administrativas são formadas pelo Plano Piloto e pelas chamadas cidades-satélites, além da zona rural de cada uma delas.

            O Distrito Federal é formado pelo Plano Piloto, que engloba as asas sul e norte, lago sul e lago norte, setor sudoeste, octogonal, cruzeiro velho e cruzeiro novo. São áreas próximas e que formam a cidade de Brasília. Um pouco mais distante das áreas centrais, ficam as cidades satélites, que são cidades de pequeno e médio portes, localizadas a uma distância média de 10 km do Plano Piloto. São elas: Gama, Taguatinga, Brazlândia, Sobradinho, Planaltina, Paranoá, Núcleo Bandeirante, Ceilândia, Guará, Cruzeiro, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, recanto das Emas, Riacho Fundo e Candangolândia. Essas cidades satélites possuem administração própria, sob coordenação do Governador do Distrito Federal e da SUCAR - Secretaria de Estado de Coordenação das Administrações Regionais.

            Os órgãos do governo federal, embaixadas, residências oficiais e prédios públicos federais, estão localizados no Plano Piloto, nas asa sul e norte e lago sul, em sua grande maioria. Brasília (Plano Piloto) é dividida em áreas para facilitar a concentração de empresas de um mesmo segmento, tais como: Setor Bancário, Setor Comercial, Setor Hospitalar, Setor de Diversões, Setor de Autarquias, Setor de Clubes, Setor de Embaixadas, áreas residenciais, comerciais locais, dentre outras. As ruas e avenidas em geral são largas, bem conservadas e fluem bem o tráfego dos veículos. As principais são o Eixo Monumental (divide as asas sul e norte e onde se localizam os Ministérios, Congresso Nacional e diversos órgãos do governo local e federal), Eixo Rodoviário (pista central de alta velocidade, e os eixos paralelos de menor velocidade, que atravessam a asa sul e asa norte de uma ponta a outra), a W-3 (W de oeste em inglês, "west" - avenida comercial com muitas lojas, sinais e trânsito complicado e atravessam também as asas sul e norte por completo) e a L-2 (L de leste, que atravessa a asa sul e norte na região leste, onde se concentram escolas, entidades diversas, igrejas, hospitais, etc).

Congresso Nacional e Esplanada dos Ministérios (Foto: Portal Brasil)

O povo de Brasília:

            Para a construção de Brasília, vieram pessoas de várias regiões do país. Eram os pioneiros, em busca de melhores condições de vida, deslumbrados pela possibilidade de trabalho e atraídos pela proposta de uma remuneração melhor. Eles viveram na chamada "Cidade Livre", hoje Núcleo Bandeirante e também na Vila Planalto. Muitas construções - diversas delas em madeira, são conservadas até hoje e fazem parte do patrimônio histórico da cidade.

            Assim, a cidade recebeu sotaques, cultura e costumes de indivíduos que vinham de todas as regiões do Brasil, mobilizadas rapidamente para a execução deste grandioso empreendimento histórico.

            A população da cidade é predominantemente jovem. Talvez por suas diferenças culturais e diversidade de costumes, esses jovens não incorporaram à sua pronúncia qualquer dos sotaques regionais trazidos de tantos locais.

            Às festas, aos costumes, ao folclore, à cultura, certamente devem permanecer enraizados os regionalismos mais fortemente ensaiados aqui pelas correntes migratórias vindas de todos os pontos cardeais. O tempo e essa gente vêm definindo o que fica e o que sai de lá. Esses jovens vão, progressivamente, marcando a identidade cultural da cidade. Hoje são 2.043.169 de pessoas segundo o IBGE (Dez/2000) - 6ª do país, após São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte e Fortaleza.

Brasília - Catedral Nossa Senhora Aparecida (Foto: Portal Brasil)

Sua economia:

            A atividade econômica mais importante da cidade é sua própria proposta inspiradora, ou seja, sua função administrativa. Por isso seu planejamento industrial é estudado com muita cautela pelo Governo do Distrito Federal. É intenção preservar a cidade, incentivando o seu desenvolvimento de indústrias não poluentes como a indústria de softwares, de cinema, vídeo, gemologia, entre outras, com ênfase na preservação ambiental e na manutenção do equilíbrio ecológico.

            A agricultura e avicultura ocupam lugar de destaque na economia brasiliense. Um cinturão verde na Região Geoeconômica de Brasília abastece a cidade e já exporta alimentos para outros locais.

            O Plano Piloto de Brasília hoje, possui a maior renda per capita do Brasil e a melhor média nacional de habitantes/telefone, habitantes/veículo e diversos outros índices sociais superam as demais cidades brasileiras.

Seu clima:

            Costuma-se racionalizar a informação sobre o clima de Brasília, dizendo-se que lá existem apenas dois períodos climáticos no ano: o seco e o chuvoso, o primeiro, de abril a setembro e o segundo, de outubro a março. Invariavelmente, o mês mais seco do ano é agosto. O mês mais frio é julho. No restante do ano, o clima é ameno e agradável, com temperatura média de 24 graus. Raramente a temperatura atinge 30° de máxima e os 15° de mínima. O normal é oscilar entre 22 e 28 graus.

Brasilia - Setor Bancário Sul ao fundo (Foto: Portal Brasil)

Sua vida e o turismo:

            A qualidade de vida da população de Brasília, situa-se dentro dos mais avançados padrões de excelência. Certamente, por ser sede político e administrativa da República, Brasília está dotada de infra-estrutura básicas como segurança, assistência à saúde, escolas e transportes, em nível de eficiência encontrado em poucos locais do país. Possui um moderno aeroporto internacional - 3ª cidade do país em movimento de tráfego aéreo -, metrô, uma enorme frota de ônibus urbano e transporte   rodoviário para todo o país.

            O trânsito já foi mais fácil, mas ainda permite se deslocar de grandes distâncias em poucos minutos, que fazem com que a gente da cidade adquira certos costumes pouco peculiares a outras populações de grandes centros - Brasília é a 6ª mais populosa cidade brasileira.

            Os parques da Cidade e da Água Mineral (32.000 hectares), são locais de grande concentração de pessoas de todas as classes, principalmente nos finais de semana e nos feriados prolongados. Diversas atividades físicas e culturais são desenvolvidos no Parque da Cidade - um dos maiores do mundo. Também há opções ao redor da cidade, como é o caso do Salto do Itiquira, perto  de Formosa-GO e Pirenópolis, cidade histórica também goiana, distante duas horas de carro de Brasília.

            Outro hábito muito peculiar aos habitantes da cidade é o das recepções aos amigos, realizadas em recinto doméstico ou em clubes sociais e esportivos. A cidade possui grande clubes de alto nível, geralmente à beira do Lago Paranoá, proporcionando inúmeras opções esportivas e de lazer para as famílias.

            Brasília possui também no Plano Piloto - Lagos Sul e Norte -, a maior concentração brasileira e quem sabe mundial, de piscinas em casas de alto padrão de qualidade, também ao redor do Lago Paranoá. Pistas modernas, bem conservadas e limpas cercam toda a cidade.

            Outros destaques também são os monumentos e prédios públicos, de formas modernas e arrojadas e as construções históricas, como o Catetinho - primeira residência oficial do presidente da república. Como atrativos também se destacam a Torre de TV com vista panorâmica para toda a cidade, feiras de artesanatos, o autódromo internacional Nélson Piquet com grandes atividades esportivas nacionais e internacionais, a Ermida Dom Bosco, Igreja Dom Bosco, Catedral, Jardim Botânico e o Jardim Zoológico. A cidade possui excepcional infra-estrutura hoteleira, a maioria hotéis e flats 5 estrelas - a maior concentração nacional, quantidade adequada de táxis, empresas de turismo, locadoras de veículos e passeios turísticos de helicóptero.

            Entretanto, como toda cidade grande, existem também favelas, grandes concentrações de áreas com população de baixa renda, principalmente no entorno. O turista que se dirige à cidade de carro, percebe logo isso nas imediações da cidade. Isso, em razão de promessas políticas de governadores do Distrito Federal, que incentivaram o êxodo de outras regiões para a cidade o que acabou causando o aumento do desemprego e da violência. Para combater isso, Brasília possui a mais moderna frota de veículos de fiscalização de trânsito e segurança pública do país e também proporcionalmente a maior quantidade de homens policiais civis e militares nas ruas, apesar da concentração se dar principalmente no plano piloto.

Ministérios - lado sul (Foto: Portal Brasil)

Sua arquitetura:

            Patrimônio Cultural da Humanidade. Este é o título maior conferido à arquitetura de Brasília, pela Organização das Nações Unidas - ONU. Lúcio Costa, seu projetista urbanístico, e Oscar Niemeyer, o arquiteto das mais importantes edificações de Brasília, conseguiram a harmonia plena entre volumes, espaços e formas.

            A linha do horizonte foi preservada como característica do relevo natural e a cidade é apenas cortada no azul degradê do seu céu. Os extensos gramados verdes e os jardins coloridos são o tom natural conferindo às edificações, que parecem não ter peso sobre o solo. As linhas arquitetônicas adotadas para as fachadas e colunas de sustentação dos prédios são de beleza ímpar. As fachadas envidraçadas dos modernos edifícios comerciais, espelham a cidade, multiplicando o reflexo das belas imagens arquitetônicas como um sonho futurista.

Ministérios - lado norte (Foto: Portal Brasil)


Sua alma:

            Há muito tempo, profecias e visões envolvem a cidade de Brasília. Inúmeras são as seitas e religiões que proliferam e são praticadas na cidade.Bandeira do Distrito Federal (www.portalbrasil.eti.br)

            Brasília, de acordo com videntes, está exposta a fortes energias cósmicas. É um perfeito campo de pouso para visitantes extraterrestres, segundo os ufólogos, que organizam vigílias noturnas periódicas para contatos de qualquer grau com outras formas de vida do Cosmo.

            Coincidências cabalísticas, estruturais e históricas desta cidade com outras civilizações, levam teóricos a estudar e formular conceitos que são poderes a Brasília, atribuindo-lhe o título de capital da civilização do terceiro milênio, ou capital da civilização aquariana.

            Seja como for, o fato é que esta cidade é abençoada pela natureza e expõe, em certos finais de tarde, um céu tão maravilhosamente pincelado por tons de cores fortes que, de repente, se tem a impressão de que, a qualquer momento desta imensa harmonia cromática, de luzes, sombras e formas, surgirá algo como uma nave espacial.

Para você visualizar os dados estatísticos de Brasília e do Distrito Federal, Clique aqui  
Saiba tudo sobre o Cerrado - a vegetação do Centro-Oeste e de Brasília - Clique aqui 
Veja uma foto 360° de Brasília (Setembro/2002)
-
Clique aqui

A terceira ponte - inaugurada em 2003 - é um marco da engenharia nacional, com diversos prêmios no exterior. Foto: Silas Batista (para o Portal Brasil).

            Abaixo, listamos algumas informações e endereços úteis do Distrito Federal (DDD 61 - Informações 102)
O site oficial do Governo do Distrito Federal é
http://www.distritofederal.df.gov.br/.

Emergências:
Água e esgotos (plantão) - 195
Corpo de Bombeiros - 193
Defesa Civil - 321.1366
Disque Estupro - 147
Disque Saúde - 160
Energia elétrica (plantão) - 0800-610
196
Farmácias de plantão - 132
Polícia Militar - 190
Serviço Médico de Emergência (SAMU) - 192
SOS Criança - 1407
Zoonoses - 3226.9336

Transportes:
Aeroporto Internacional de Brasília - Geral (3365.1224); Receita Federal (3365.1367); Alfândega (3365.1999); Militar (3365.1300)
Estação Rodoferroviária - Administração:  3363.2281
Estação Rodoviária do Plano Piloto - Administração: 3327.6866
Estação Rodoferroviária de Taguatinga - Administração: 3563.1022
Metrô - Atendimento ao usuário: 3353.7373

Endereços e telefones úteis:
Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL - SAS Quadra 6 Bloco H 3° andar - 3312.2000 / 0800.33.2001

Arquivo Público do Distrito Federal - SAP Lote B Bloco 41 - Novacap - 3361.1454
Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF) - SCS quadra 2 Bl A - Ed. Palácio do Comércio, 1° andar - 3223.0490
Atendimento a Pessoas Portadoras de Deficiência (COORDE-DF) - Palácio do Buriti, anexo, 2° andar, sala 205 - 1408 (De 2ª à 6ª, das 08h às 19 h)

Autódromo Internacional Nélson Piquet - De 7h às 18h - 3347.8025
Casa do Candango - Assistência Social - Av. L2 sul, quadra 603 lotes 16/17 - 3225.9060

Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida - Esplanada dos Ministérios, bloco A, eixo monumental - 3224.4073
Cemitério Campo da Esperança - SGAS quadra 916 - 3245.3711
Central de Notificação e Distribuição de Órgãos - 3325.5055 / 3325.4825

Centro de Convenções - Setor de Divulgação Cultural, eixo monumental oeste - 3321.3318
Centro de Valorização da Vida - CVV - 3326.4111

Centro Islâmico do Brasil (Mesquita) - O maior da América Latina - EQN 712/713 - 3273.0250
Companhia de Águas e Esgotos de Brasília (CAESB) - SCS Ed. Sede da Caesb - 3325.7125
Companhia de Polícia Militar Florestal - telefone verde - 301.3396

Congresso Nacional - Praça dos Três Poderes, eixo monumental - Câmara dos Deputados: 3318.5151 - Senado - 3311.4141
Departamento de Trânsito - DETRAN - SAIN Ed. sede do DETRAN - 1514
Departamento de Polícia Federal (Sede) - SAIS Quadra 7 lote 23 - 3245.1288

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT - SBN Ed. Sede - 159
Estádio de Futebol Mané Garrincha - 3225.5977
Federação das Indústrias de Brasília (FIBRA) - SIA trecho 03 lote 225 - 3362.3803
Fundação Cidade da Paz - SAIS BR-040, antiga Granja do Ipê - 4ªs e sábados (10h às 12h) - 3380.1202
Fundação Zoobotânica do Distrito Federal - SAIN lote s/n° - 3347.2250
Homocentro de Brasília (banco de sangue) - SMHN Quadra 03 bloco A - 3327.4424
Hospital das Forças Armadas (HFA) - HFA, bloco A, Cruzeiro Novo - 3362.4000
Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) - SMHS bloco A - 3325.5050
Hospital Regional da Asa Norte (HRAN) - SMHN quadra 1 Bloco A - 3325.4229
Hospital Sarah Kubitschek - SMHS Quadra 301, bloco A - 3319.1111
IBAMA - SAIN Av. L4 norte, Ed. Sede do IBAMA - 3316.1212

Jardim Botânico - Um dos maiores do mundo - SMDB conjunto 12 - De 3ª a domingo, das 8:30h às 17h - 3366.2141
Jardim Zoológico - L4 sul, Avenida das Nações - De 3ª à domingo, das 9h às 17h - 3245.1002
Museu da Cidade - Praça dos Três Poderes, s/n° - 3325.6244
Museu da Imprensa - Departamento de Imprensa Nacional - SIG quadra 06 lote 08 -De 2ª a 6ª, das 8h às 19h
Museu de Arte de Brasília - MAB - SHTN lote 2A - De 3ª a domingo, das 14h às 18h - 3325.6242 / 3325.6243
Museu de Valores do Banco Central do Brasil - Visitas agendadas antecipadamente - 3414.4184 / 3414.2093

Museu do Memorial JK - Praça do Cruzeiro, eixo monumental, lado oeste - 3225.9451, diariamente de 9h às 18h
Palácio da Alvorada - Primeiro edifício inaugurado em Brasília - residência oficial do Presidente da República - 3411.1221
Palácio do Buriti - Sede do Governo do Distrito Federal - Praça do Buriti - 3213.6530, horário comercial
Palácio do Catetinho - Primeira construção levantada em Brasília - EPIA/EPIP, trevo do Gama - 3338.88.07 - fechado às 2ªs feiras

Palácio do Itamaraty - Sede do Ministério das Relações Exteriores, esplanada dos ministérios - 3411.6161, horário comercial
Palácio do Jaburu - Residência oficial do Vice-Presidente da República - Fechado à visitação pública - 3411.1221
Palácio do Planalto - Local de trabalho do Presidente da República. Praça dos Três Poderes, 3411.1221 - Aberto para visitação pública, das 8h às 14h - apenas aos domingos
Parque da Água Mineral - 3465.2013

Planetário de Brasília - O mais moderno do país - Setor de Divulgação Cultural, eixo monumental - Aberto S° e D°, às 16h e 17h
PROCON/DF - 1512
Promotoria de Defesa dos Direitos do Consumidor - PRODECON - 3343.9851

Santuário Dom Bosco - Av. W3 sul, quadra 702 - 3223.6542
Secretaria do Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia do Distrito Federal (SEMATEC) - SEPN 511 bloco A, Ed. Bittar II - 3340.5102
Superior Tribunal de Justiça (STJ) - Praça dos Tribunais Superiores, eixo monumental - 3319.8000
Superior Tribunal Militar (STM) - Praça dos Tribunais Superiores, eixo monumental - 3313.9292
Supremo Tribunal Federal (STF) - Praça dos Três Poderes, eixo monumental - 3316.5000

Teatro Dulcina de Moraes - Localizado junto à Faculdade Brasileira de Teatro - SDS - 3226.0188
Teatro Nacional Cláudio Santoro - Projetado por Oscar Niemeyer - Setor Cultural Norte, via N2 - 3325.6240
Telegrama fonado - 0800550135

Templo Budista da Terra Pura - Réplica de um templo de Fukui, no Japão - EQS 315/316 - 3245.2469
Templo da Boa Vontade (LBV) - Monumento mais visitado de Brasília - 915 sul, lotes 75/76 - 3245.1070

Transportes coletivos - 1517
Tribunal de Contas da União (TCU) - SAIS Lote 01 - 3316.7222

Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) - Palácio Costa e Silva, eixo monumental - 3314.2110
Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) - Ed. Palácio da Justiça, eixo monumental - 3343.7000

Tribunal Regional do Trabalho (TRT) - Av. W3 norte, quadra 513 - 3348.1100
Tribunal Regional Eleitoral (TRE) - Praça Municipal, Ed. TRE - 3342.2051
Tribunal Regional Federal (TRF) - 1ª região - SBS - 3314.5225
Tribunal Superior do Trabalho (TST) - Praça dos Tribunais Superiores, eixo monumental - 3314.4300

Universidade de Brasília - UnB - Campus Universitário, asa norte - 3307.2022