JURA EM PROSA E VERSO

HUMOR - TEXTOS

 

PIADAS - CAIPIRAS - TREZE PIADAS DE CAIPIRAS

 

1. CRIAÇÃO DE PORCOS

Um caipira comprou vários porcos e porcas, queria começar uma criação deles na fazenda e fazer presunto, bacon, etc... Depois de varias semanas, notando que nenhuma das porcas emprenhava, ligou para o veterinário pedindo ajuda.

O veterinário disse ao fazendeiro que ele teria que fazer uma INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL

O caipira não tinha a menor idéia do que era aquilo, mas não querendo demonstrar a ignorância, concordou e perguntou ao veterinário como saber quando as porcas estariam prenhes.

O veterinário disse que elas parariam de ficar andando e iriam mergulhar na lama o dia todo. O caipira desligou, começou a pensar e chegou a conclusão que Inseminação Artificial significava que ele mesmo teria que emprenhar as porcas.

Então ele colocou as porcas na kombi e foi para o meio do mato e transou com cada uma delas, voltou para a fazenda e foi para a cama. Na manhã seguinte, ele foi ver as porcas e elas continuavam andando pra lá e pra cá. Ele concluiu que teria que fazer tudo de novo.

Colocou as porcas na kombi e foi para o meio do mato, transou com cada uma duas vezes para garantir, voltou para a fazenda e foi para a cama.

Na manhã seguinte, ele foi ver as porcas e elas continuavam andando para lá e para cá. Bem, teria que fazer tudo de novo......

Colocou as porcas na kombi e foi para o meio do mato, passou o dia transando com cada uma delas varias vezes, voltou para a fazenda e, esgotado, foi para a cama.

Na manhã seguinte ele nem conseguia abrir os olhos, muito menos levantar para olhar as porcas.

Ele pediu a mulher para dar uma olhada e ver se as porcas estavam na lama. "Não", ela disse, "elas estão todas na kombi e uma delas não para de buzinar"...

2 - PASSAGEM PARA ANASTÁCIA

O caípira chegou no guichê da empresa de ônibus e pediu:
– “Moço, por favor me dê uma passagem pra Anastácia, ida e volta.”
O Atendente falou:
– “Aqui não vendemos passagem para Anastácia.
O caípira virou-se para sua mulher e falou:
– “Vamô embora Anastácia. O moço num quer vender passagem pro cê”.

3 - Caipira no Médido

 

O caipira entra no consultório médico, com a esposa e 9 crianças à tira-colo, querendo saber um jeito de não ter mais nenhum filho.
- O senhor usa preservativos? - pergunta o médico.
- Preservativo? Qui negócio é esse, Dotô?
Muito prestativo, o médico explicou o que era e até deu algumas camisinhas para o caipira, que saiu de lá feliz da vida.
Seis meses depois, ele volta ao consultório com a esposa grávida, reclamando:
- Seu Dotô! O seu remédio é uma porcaria! Nóis já vamo tê otra criança...
- Mas o senhor usou os preservativos? - perguntou o médico, preocupado.
- Craro que sim, dotô... Eu usava todo santo dia! Só tirava pra mijá e pra trepá!

 

 

4 - MINEIRO CAIPIRA

 

Definição de MINEIRO CAIPIRA; E o Baiano cansado . ., que não chegou a São Paulo.

 

5 - O CAIPIRA

Um playboy passa com seu conversível por essas estradas desertas quando avista um caipira montado em seu jegue e decide tirar um sarro da cara do caipira...

- Olha, ai caipira, 12 cavalos!!!

E o caipira continua andando normalmente com seu jegue.

Mais adiante o engraçadinho perde o controle do carro e cai dentro de um rio.

O caipira horas depois passa pelo local do acidente e vendo o playboy sentado na estrada olhando o seu carro dentro d'água, em sua pura inocência, pergunta.

- Uai, cumpadre, parou para dar água pra tropa?

 

6 - O CAIPIRA E O CÃO

O caipira entra em uma venda de beira de estrada com um enorme cachorro policial. Outro caipira vê o cachorro e fala:

- Bonito cão...

- Bonito mesmo... Quer ver uma coisa ?  Coça o focinho dele!

O outro coçou e ficou esperando. como não acontecia nada, reclamou:

- Ué, ele não fez nada, parece que até gostou.

- Pois é...

- Então, porque você mandou eu coçar o focinho dele?

- É que eu achei esse cão ali na estrada e não sabia se ele mordia, sô!

 

7 - O FISCAL DO IBAMA E O CAIPIRA CAÇADOR

O FISCAL DO IBAMA E O CAIPIRA CAÇADOR

Um fiscal do Ibama recebe uma denuncia e vai verificar. Dirige-se para a casa de um Caipira. Chegando no local sem se identificar, vai logo travando um diálogo: 

Fiscal:  - 

Bom dia. 

Caipira: - Bom dia. 

 Fiscal: - Como vai a luta? 

 Caipira:  - Difícil. 

Fiscal: - Tem caçado muito? 

Caipira: - Tenho, a semana passada matei 20 periquitos. 

Fiscal: - Vinte? 

Caipira:  - Filho, alcance as cabeças dos periquitos pro homem ver. 

Fiscal: - E paca, tem caçado muito? 

Caipira: - Só uma esta semana. Filho traz a cabeça da paca. 

Fiscal:  - E outros animais silvestres, têm caçado muito? 

Caipira: - Vários deles. Filho traz as cabeças dos outros bichos pro homem ver. 

Fiscal: - Não tem passado por aqui nenhum fiscal do Ibama?

Caipira: - Sim, semana passada. Filho traz a cabeça do fiscal para homem ver. 

Fiscal: - Até outro dia. Obrigado pela atenção. 

Caipira: - Não tem de que. Volte sempre.

 

8 - URINA COM ABUNDÂNCIA?

O caipira leva a patroa ao médico, na cidade.

Entram os dois na sala de consultas.

O doutor faz as perguntas habituais e a mulher, uma cabocla muito envergonhada, não diz uma palavra.

O marido é quem responde tudo por ela.

- O que a senhora tem?

- Ela tá com uma dor desgramada aqui, ó: na artura dos rim!

- A senhora bebe muita água?

- Ela bebe, sim. Bastante água.

- E urina com abundância?

- Não, sinhô! Ela mija é com a bucetância memo!

 

9. CÊ FAIZ QUI NEM A ROSA?

Chegando do interior, o caipira é abordado por uma prostituta que lhe oferece seus serviços.

Ele olha desconfiado e pergunta:

- 'Cê faiz qui nem a Rosa?

- Lógico! Faço qualquer coisa, vamos?

Vão.

Depois de completo o negócio, a piranha pergunta:

- Foi bom?

- Bom, foi! Mas 'cê não faiz igual a Rosa?

Intrigada, ela torna a fazer, ele torna a perguntar.

Ela usa todos as técnicas que sabe - de 69 a frango assado -, ele continua perguntando:

- 'Cê faiz qui nem a Rosa?

A putona se emputece:

- Porra! O que é que essa Rosa faz que eu não faço?

- A Rosa faiz fiado, uai!

 

10 SARRO NO CAIPIRA

 

Um playboy está em uma estrada e, ao ver um caipira, resolve tirar uma onda da cara dele.

Ele então para na frente da casa do caipira e pergunta: 

- Quantos quilômetros são daqui para onde eu estou indo? 

O caipira responde: 

- Depende de onde o sinhô ta indo, uai! Se ocê vai a merda é 10 quilômetros daqui. Se o sinhô for pra puta que pariu é 20 quilômetros daqui. Agora se o sinhô for toma no cu, é aqui mesmo!

 

11 - É MOLE?

O caipira gasta todas suas economias, arrenda umas terras e planta cem alqueires de melancia.

Mas quando as melancias estão no ponto de serem colhidas para vender, começa uma chuvarada daquelas. Os rios viraram lagos e as estradas viraram rios. Não tinha jeito de transportar as melancias. Tava tudo perdido!

Prá refrescar a cabeça, o caipira vai até a cidade mais próxima e procura um puteiro. Vai pro quarto com uma tremenda profissional do sexo, uma morena de parar o trânsito.

Mas as melancias não saem da cabeça do caipira.

Fica andando de um lado pra outro no quarto, peladão, todo desanimado, com o troço mole de preocupação.

A puta vê aquilo, se compadece, e diz:

- Hum... sei que você tá com pobrema. E se eu chupar, resolve?

E o caipira:

- E de que maneira você vai chupar cem alqueires de melancia, mulher???

 

 

12 - O LENHADOR

Aquele caipira mentiroso se apresenta para um emprego de lenhador, se gabando de ser o melhor lenhador do mundo.

E durante a entrevista, perguntam a ele:

- Você se diz o melhor lenhador do mundo. Onde o senhor já trabalhou:

- No Saara.

- Mas... o Saara é um deserto!

- Agora é.

 

13 - O PESCADOR

Dois caipiras pescadores conversam na beira do ribeirão:

- Lá de onde eu vim tem um rio que tem tanto peixe... Mas tanto peixe... Que nóis nem usa anzol!

- Num usa anzol? - perguntou o outro.

- É, nóis mata o peixe é na marretada mesmo!

- Vixe, home!

- Mas o difíci e acertar um peixe!

- É! Eu magino... na marretada é mesmo difíci de acertá peixe.

-Ômi.  Nóis acerta e três quatro de uma veiz. O difíci é acertá um!!!