JURA EM PROSA E VERSO

Piadas de Igreja

 

Um bêbado entra numa igreja e escuta o pastor falando:

-Sai Satanás, sai!

O bêbado se irrita e diz:

- Já tô indo embora e não volto mais!

 

Joãozinho doido para comer paçoquinha, perguntou a sua mãe:

- Mãe compra paçoquinha pra mim. A mãe responde:

- Tudo bem meu filho, mas Te dou o dinheiro e você vai comprar, pode ser?

- Claro mãe, mas, não sei onde comprar.

A mãe então explica:

- É só você entrar onde tiver um monte de gente entrando que é lá.

Assim segue Joãozinho. De repente Joãozinho vê um monte de pessoas entrando numa igreja e lá foi ele. Lá dentro ele ficou esperando, quando de repente o Padre perguntou:

- O que o povo vem fazer na igreja?

Joãozinho responde:

- Comprar Paçoquinha...

Dois amigos chegam a uma cidadezinha em uma tarde chuvosa e resolvem ir à zona, mas não sabem onde é. Saem pela rua a procura de alguém para perguntar, e encontram um padre, um diz ao outro:

- Não podemos perguntar isso ao padre.

O outro responde:

- Deixa comigo.

- Ola padre, sua benção, queremos ir à missa e não sabemos onde é a igreja!

- Deus abençoe meus filhos, a igreja é na rua de cima três quarteirões para o lado sul.

- Nossa padre! A igreja é perto da zona?

- Não meu filho, a zona é na rua de baixo, cinco quarteirões para o lado norte.

O marido chega da igreja, pega a mulher no colo e começa a dançar com ela. A esposa pergunta:

- A missa hoje foi sobre como tratar bem as esposas?

E ele responde:

- Não, foi como carregar nossa cruz com alegria!

O jovem passa na frente da igreja e conta para o pastor:

- Pastor, eu estou procurando uma namorada e não consigo.

- Tenha calma, meu filho, que a vitória já é sua! - diz o pastor.

E o jovem responde:

- Poxa, não dá pra você arrumar outra não? Porque a Vitória é bem feinha!

 

O bêbado acaba de ter um filho e resolve batizá-lo. Chegando na igreja o padre pergunta:

- Em que posso ajudar?

- Senhor padre, quero que o senhor batize meu filho.

- E qual vai ser o nome dele?

- Mingal - responde o bêbado.

O padre fala:

- Mas por que esse nome nessa criança tão linda?

E o bêbado responde:

- Olha quem fala... O nome do seu chefe é Papa!

Um bêbado entra na igreja na hora da missa e senta. O padre fica incomodado com ele e então fala para todos:

- A bebida é um vicio horrível, um bêbado jamais conseguira a salvação. Se algum de nos estiver bêbado, que fique de pé?

Então o bêbado se levanta, olha todos sentados, então ele fala:

- Então, seu padre, somos só nos dois mesmo!

Numa cidade do interior, um casal estava esperando o nascimento do primeiro filho. No dia do parto, tudo ia conforme a rotina, chamaram a parteira, rompe-se a bolsa d'água, mas nada de bebê. Só vento!

E quando a noticia correu, nasceu foi o apelido para o infeliz: "O pai do vento" era o que mais se ouvia quando ele aparecia em algum lugar. O padre local, ao saber que o rapaz comprou uma arma e estava ameaçando os engraçadinhos, mandou chamá-lo e deu-lhe um sermão:

- Meu filho, o povo esquece, não faça uma loucura.

O sujeito concorda e promete guardar a arma. Mas logo depois dele deixar a igreja, o padre escuta dois tiros em frente a igreja. Ao abrir a porta, se depara com o rapaz, com o revolver na mão, e um sujeito caído, esvaindo-se em sangue, ao lado de um fusca, ainda com a porta aberta.

- O que houve, meu filho?

- Seu padre, me chamar de pai do vento, ainda vai. Agora, pedir para eu arriar as calças e encher os pneus do carro já é demais!

O bêbado entra na igreja, vai até o confessionário de diz:

- Seu pa... pa... padre, eu vim me confessar!

- Meu filho, uma pessoa bêbada não pode participar do sacramento da confissão - explica o padre.

E o bêbado responde:

- Seu pa... pa... padre, então o senhor vá pra casa, tome um banho frio, descanse, cure a sua ressaca e amanhã volte aqui, que eu vou me confessar.

 

- Padre, vim me confessar!

- Diga, filha.

- Transei com o padre de outra igreja.

- Fizeste muito mal filha, tu sabes que a tua paróquia é esta.

Um pai de família passando por sérias dificuldades, que morava numa casinha muito pequena e com muitos filhos, foi pedir ajuda ao pároco da sua cidade. Após escutar seu drama, o padre lhe deu um bode com a recomendação de que, durante uma semana, o homem mantivesse o mesmo na sua sala. Após este prazo, o pobre coitado deveria então retornar a igreja. Passada uma semana, o cidadão retornou.

O padre perguntou:

- E então? As coisas melhoraram?

- Não, seu padre. Não melhorou nada… O bode está nos atrapalhando bastante.

- Então, devolva o bode e volte daqui a uma semana. Disse o padre.

O sujeito devolveu o bode e uma semana depois retornou.

Novamente o padre perguntou:

- E então? As coisas melhoraram?

- Agora sim, seu padre, a minha vida nunca foi tão maravilhosa. Sem o bode a gente tem espaço na sala e não tem mais aquele mau cheiro.

E lá foi o feliz homem de volta à sua casa, agradecido a Deus pela vida que levava.

 

O pai observa o filho consertando o carrinho de madeira e diz:

- Filho, quando você crescer eu gostaria que você estudasse teologia para se tornar um pastor de igreja.

O filho olha para o pai e diz:

- Pai, eu nasci para ser marceneiro, não mercenário!