JURA EM PROSA E VERSO

 

 

CONTOS ERÓTICOS

 

 

 

 

Uma na praia

 

 

Escritora anônima

 

Sempre gostei de uma praia, principalmente porque adoro tomar sol, ficar com aquela marquinha pequenininha do lacinho do biquíni; adoro a cor dourada que o meu corpo fica com algumas horas de sol e principalmente porque meu desejo sexual aumenta muitíssimo, fico deliciosa e tarada e com vários desejos.

Foi assim que realizei a vontade que já tinha a muito tempo de transar na praia.

Desci até o litoral com meu namorado e com sua família, mas tinha que arranjar um jeito de ficar com ele sozinha em algum momento, para aproveitar e me deliciar em minhas fantasias sexuais.

Depois de alguns dias com cerco de todos os lados, percebi que teria que ser na calada da noite, para ter mais privacidade. Então resolvemos ir a praia sozinhos já que estava chovendo ninguém iria nos acompanhar. E foi assim que ele parou o carro na areia, com a chuva fininha, a praia deserta, o tempo fresquinho.

Mas... eu é que estava muito quente e meu corpo caliente.

Ele foi beijando os meus lábios carnudos, aquele beijo de língua ardente, cheio de desejo, descendo ate os meus seios, e começou a morder os meus bicos grandes bem devargazinho. Eu comecei a gemer de prazer, abri as minhas pernas  com aquela mini saia bem pequenininha e a calcinha fio dental.

Meu namorado a empurrou do lado e começou a passar o dedinho ate descer a língua e fui me abrindo mais e mais e ficando molhadinha cheia de tesão.

Quando não aguentava mais de calor, ele me pegou no colo me tirou do carro e me colocou em cima do capo do carro e fui ficando molhada e a minha roupa branca foi ficando cada vez mais transparente e ele me chupando cada vez mais, abrindo bem minhas pernas e olhando dos lados para ver se não tinha nenhum curioso.

Ele continuava mordendo minhas coxas e lambendo deliciosamente ela quando ele não aguentou mais de tesão, com seu pau duro e grosso, ele enfiou tudo lá dentro e eu gemi de prazer, tirando e colocando deliciosamente, fui tirando minha roupa ficando nua ao luar, a agua escorrendo no meu corpo.

Aquilo eu adorava e gemia tanto que nem me incomodava se alguém estivesse olhando.

Ele foi metendo muito em mim tirando e colocando me chamando de tesao, de gostosa, falando que era muito macia, molhadinha, ate ele me colocar de novo nos seus bracos, e me levar nua para umas pedras que havia ao lado, me colocando de pé, encostada nelas. Aí ele se abaixou e foi me chupando, atrás, por baixo, me lambendo atrás bem gostoso e pedi que entrasse em mim porque meu desejo era muito grande.

Diante da minha súplica ele me abriu bem e colocou por trás, de pé, com forca, e bem duro. Que bom!!! Meu namorado gemendo mais alto ainda, tirava e colocava novamente devagarzinho e empurrando com força várias vezes, me puxava meu cabelo com forca, para trás e apertava o meu seio com a outra mão.

Foi quando comecei a gozar muito e pedi que colocasse ele na minha boca pra gozar dentro dela, bem gostoso, bem quentinho. E fui engolindo devagarzinho tudo e chupando cada vez mais. O pau durissimo latejava dentro da minha boca, e eu engolindo inteirinho, até não sobrar nada.

Ele adorou a gozada, foi relaxando, me beijando. Dizendo que se deliciou muito e com muito prazer ele me levou pro carro nua coloquei a roupa molhada e fomos pra casa felizes……….

Duro foi explicar depois para o pessoal como ficamos naquele estado molhados e amassados …….

Mas adoro namorar, conquistar,  seduzir... e principalmente chupar muito…………