JURA EM PROSA E VERSO

CONHEÇA ALAGOINHAS/BA

BANDEIRA, BRASÃO E BREVE RESUMO HISTÓRICO

 

Sua Historia

Bandeira da Cidade

Brasão

Fonte dos Padres, lagoa de água limpa, que como tantas outras da redondeza, tivera o território denominado de Lagoinhas. A cidade de Alagoinhas teve seu primeiro povoamento nos fins do século XVIII, quando um padre português fundou uma capela no seu território e daí começou a prospera vila em virtude da chegada de imigrantes e da passagem da estrada de boiadas, acesso para o norte e para o sertão, razão porque recebeu de Ruy Barbosa o Título de "Pórtico de Ouro do Sertão Baiano". Já foi denominada de Freguesia da Água Fria, Freguesia de Santo Antônio das Lagoinhas e posteriormente Villa de Santo Antônio d'Alagoinhas, através da Resolução Provincial N.º 442, de 16-06-1852, então desmembrada da Vila de Inhambupe, quando adquiriu a qualidade de município.
Em torno da igreja de Santo Antônio foram construídas casas, formando uma povoação elevada à categoria de Vila pela Resolução Provincial 442 de 16/06/1852, sendo assim criado o município de Santo Antônio de Alagoinhas, desmembrando o município de Inhambupe. Sua instalação oficial deu-se em 02/06/1853.
Em 13/02/1863, foi inaugurado um trecho da estrada de ferro Bahia - Sergipe e a Estação de Alagoinhas, construída a 3 Km da sede do município. Com esse acontecimento, a sede começou a entrar em decadência, pois seus moradores transferiram-se para o local da Estação, que se tornou, assim, a grande povoação, maior mesmo do que a primitiva. Por isso, para área da Estação também foi transferida a sede do governo municipal, pela Resolução Provincial 1.013 de 16/04/1868. Aí a Vila progrediu muito, até tornar-se cidade, através da Lei Provincial 1.957, de 07/061880.

O nome de Alagoinhas originou-se dos rios (Sauípe, Catu, Subaúma, Quiricó), lagoas e córregos existentes na região. Uma de suas maiores riquezas é a excelência da qualidade de sua água, que faz parte do aqüífero que vai de Dias D'Ávila até Tucano