JURA EM PROSA E VERSO

BIOGRAFIAS DE PESSOAS FAMOSAS

Carlos Chagas

 

Carlos Ribeiro Justiniano das Chagas, médico e bacteriologista; brasileiro, nasceu em Oliveira, Minas Gerais no dia 9 de Julho de 1879, e faleceu no Rio de Janeiro no dia 8 de Novembro de 1934.

Ingressou na Faculdade de Medicina no Rio de Janeiro depois de concluir o curso preparatório.

Dedicou-se aos serviços de profilaxia do interior.

O sucesso que obteve no combate à malária tornou-o conhecido e respeitado.

Foi admitido em 1907 no Instituto Osvaldo Cruz em Manguinhos.

Foi constituído uma comissão afim de efetuar estudos sobre uma tripanossomíase endêmica, constada no interior brasileiro cuja chefia designou-se Carlos Chagas.

Em 1909, Carlos Chagas conseguiu descobrir o agente causador dessa terrível doença, denominou-a “Tripanosoma Cruzi” em homenagem a Osvaldo Cruz.

Sua descoberta não ficou somente aí, foi mais além, demonstrando que tal doença era transmitida por um inseto chamado “Barbeiro” (Triatoma Megista) hoje conhecida como doença de Chagas, numa justa homenagem ao grande bacteriologista.

 Em 1911 foi-lhe concedido o prêmio Schaudim, conferido por um júri internacional ao melhor trabalho sobre Protozoologia e Microbiologia.

Comissionado novamente em 1912 à chefia dos Estudos da Malária no Vale do Amazonas.

Nomeado Diretor do Instituto Osvaldo Cruz. Por ocasião da gripe espanhola em 1918, Carlos Chagas demoradamente, dirigiu a Campanha de Saneamento.

Diretor Geral do Departamento Nacional de Saúde Pública, foi ainda Professor de Medicina Tropical da Universidade do Rio de Janeiro.

Bibliografia: Estudos Hematológicos no Impaludismo; Profilaxia Anti-pulúcida. Pesquisador nato e uma dedicação completa quando realizava o seu trabalho altruísta, deu continuidade à obra de Osvaldo Cruz.